A depilação a laser pode prejudicar a saúde humana?

A depilação a laser pode prejudicar a saúde humana?

Esse tipo de depilação é cada vez mais comum, sobretudo entre as mulheres. Em resposta a nossa leitora, um especialista explica se o contato sucessivo com essa fonte de luz provoca efeitos indesejáveis no organismo.

 

 

A palavra laser é um acrônimo formado pelas iniciais de Light Amplification by Stimulated Emission of Radiation. Significa, portanto, uma amplificação da luz pela emissão estimulada de radiação. Isso envolve a liberação de ondas luminosas chamadas fótons, que são emitidos por elétrons excitados.

Na pele, essa energia luminosa é absorvida por estruturas-alvo e convertida em energia térmica. No caso do pelo, a melanina – pigmento que dá a cor à pele, aos pelos e aos cabelos – é a estrutura-alvo (cromatóforo) onde a energia luminosa se converte em energia térmica. É por isso, aliás, que os pelos claros não respondem tão bem a essa terapia quanto os pelos escuros.


Os efeitos indesejáveis desse tipo de tratamento decorrem do calor liberado. Não há, porém, caráter cumulativo dessa irradiação. Isso é diferente do que ocorre com a radiação ultravioleta emitida pelo Sol e por outras fontes luminosas. É esse tipo de luz que está envolvido com o processo de envelhecimento e com os cânceres cutâneos. Assim, não há risco no contato cumulativo com o laser utilizado na depilação.

Fonte: Ciência Hoje Online

Comente: A depilação a laser pode prejudicar a saúde humana?

Riscos depilação a laser

Saude e Beleza | 06/10/2010

A depilação a laser é uma técnica de remoção de pêlos que está cada vez mais a ser usada na tentativa de obter-se uma depilação definitiva.
O que muitos não sabem é que a depilação a laser em algumas situações mais raras pode provocar alguns problemas, principalmente quando os técnicos de depilação não fazem o procedimento correctamente.
Os riscos da depilação a laser podem ser vários: fazer os pêlos crescer mais, vermelhões na pele, irritação, aparecimento de manchas escuras ou claras e queimaduras.
Os efeitos secundários mais adversos da depilação a laser como queimaduras podem ser evitados, se for feito um teste prévio na pele da pessoa que quer fazer o tratamento, assim pode evitar-se qualquer tipo de situação incomoda que possa vir a acontecer.
(http://saudeebeleza.net/riscos-e-efeitos-secundarios-da-depilacao-a-laser/)

Novo comentário