Introdução a Sistema Nervoso

09/04/2010 19:28

O Sistema nervoso central (SNC) e Sistema nervoso periférico (SNP) são as duas principais divisões do sistema nervoso. O primeiro reúne as estruturas situadas dentro do crânio e da coluna vertebral, enquanto o segundo reúne as estruturas distribuídas pelo organismo. Ambas são constituídas de dois tipos celulares principais: neurônio e gliócitos.

neurônio é a unidade sinalizadora do sistema nervoso. É uma célula cuja morfologia está adaptada para funções de transmissão e processamento de Sinais: tem muitos prolongamentos próximos ao corpo celular (os dendritos), que funcionam como antenas para sinais de outros neurônios, e um prolongamento longo que leva as mensagens do neurônio para sítios distantes (o axônio).

Os neurônios se comunicam através de estruturas chamadas sinapse, que consistem cada uma delas em uma zona de contato entre dois neurônios, ou entre um neurônio e uma célula muscular. A sinapse é o chip do sistema nervoso; é capaz não só de transmitir mensagens entre duas células, mas também de bloqueá-las ou modificá-las inteiramente: realiza um verdadeiro processamento de informação.

impulso nervoso é o principal sinal de comunicação do neurônio, um pulso elétrico gerado pela membrana, rápido e invariável, que se propaga com enorme velocidade ao longo do axônio. Ao chegar à extremidade do axônio, o impulso nervoso provoca a emissão de uma mensagem química que leva a informação – intacta ou modificada – para a célula seguinte.

Neuróglia é o conjunto de células não-neuronais, os gliócitos, mais numerosos que os neurônios, e que desempenham funções de infra-estrutura: nutrem, dão sustentação mecânica, controlam o metabolismo dos neurônio, ajudam a construir o tecido nervoso durante o desenvolvimento, funcionam como células imunitárias.

No sistema nervoso, os neurônios são agrupados em grandes conjuntos com identidade funcional. Isso faz com que as diferentes funções sejam localizadas em regiões restritas. Cada região, no entanto, faz a sua parte, contribuindo para a integração funcional do conjunto. Quando conversamos com alguém, ao mesmo tempo o vemos (visão), falamos (linguagem), conversamos a postura (motricidade), temos emoções e memórias etc. Cada uma destas funções é executada por uma parte do sistema nervoso, mas todas as partes operam coordenadamente. Essa é a teoria da localização de funções do sistema nervoso.

Lent, Roberto. Cem bilhões de neurônio: conceitos funcionais de neurociência. São Paulo: Editora Atheneu, 2004.

Página Inicial

 

Comente: Introdução a Sistema Nervoso

Nenhum comentário foi encontrado.

Novo comentário