As reações dependentes de luz

18/04/2010 22:59

A primeira etapa da conversão da energia luminosa em energia química é a absorção da luz. Um pigmento é qualquer substância que absorve luz visível. Alguns pigmentos absorvem todos os comprimentos de onda da luz e portanto apresentam-se negros. Entretanto, a maior parte absorve apenas certos comprimentos de onda, transmitindo ou refletindo os comprimentos de onda não absorvidos. A clorofila, o pigmento que confere a cor verde às folhas, absorve principalmente a luz nos comprimentos de onda violeta e azul bem como no vermelho: devido ao fato de ela refletir a luz verde, a clorofila se apresenta verde. O padrão de absorção de um pigmento é conhecido como espectro de absorção desta substância.

Uma evidência de que a clorofila é o principal pigmento envolvido na fotossíntese é a similaridade entre o espectro de absorção e o espectro de ação da fotossíntese. Um espectro de ação demonstra a eficiência relativa dos diferentes comprimentos e onda da luz sobre processos específicos que necessitam de luz, tais como a fotossíntese, o florescimento e o fototropismo. A semelhança entre o espectro de absorção de um pigmento e o espectro de ação de um processo dependente de luz é considerada como uma evidência de que este pigmento específico é responsável por aquele processo específico.
Quando os pigmentos absorvem a luz, os elétrons são temporariamente impulsionados a um nível de energia mais alto. Quando os elétrons retornam para o nível mais baixo de energia, podem ocorrer três resultados possíveis:

  • A energia pode ser dissipada como calor;

  • A energia pode ser reemitida quase que instantaneamente como energia luminosa de comprimento de onda mais longo, um fenômeno conhecido como fluorescência;

  • A energia pode ser capturada para a formação de ligações químicas, como ocorre na fotossíntese.

Se a clorofila é isolada, colocada num tubo de ensaio e exposta à luz, ela irá fluorescer. Em outras palavras, as moléculas dos pigmentos absorvem a energia da luz, elevando portanto, momentaneamente, os elétrons para níveis mais altos de energia , pois os elétrons retornam outra vez para um nível mais baixo. Quando os elétrons movimentam-se para o nível mais baixo de energia, eles liberam a maior parte desta energia como luz. A energia absorvida pelas moléculas de clorofila isoladas não pode ser convertida em qualquer forma de energia útil para os sistemas vivos. A clorofila pode converter energia luminosa em energia química apenas quando as moléculas de clorofila estão associadas a certas proteínas embebidas nas membranas especializadas dos tilacóides.

Fonte: Cláudio Cardoso - Fisiologia Vegetal

HOME    Página Inicial

Comente: As reações dependentes de luz

John

Smithd524 | 23/10/2016

certainly like your website however you have to check the spelling on several of your posts. Many of them are rife with spelling problems and I to find it very troublesome to inform the truth nevertheless I will surely come back again. afbdbfbddddgafea

Novo comentário